FANDOM


Em Construção
Em Construção
Uma parte deste artigo está em construção, por favor, é aconselhável que apenas edite-o com a autorização de seu responsável
A Rosa de Smurfette-Logo
A Rosa de Smurfette

"O episódio começa com Smurfette e Vaidoso no Campo de Rosas observando rosas do local"
Smurfette:Oh Vaidoso, tem alguma coisa mais linda que rosas selvagens?
Vaidoso:Mas é claro, eu.
Smurfette:Oh, eu amo as vermelhas, eu amo as amarelas eu amo as rosas e as
(A fala de Smurfette é interrompida por Vaidoso)
Vaidoso:Já que ama tanto por que não pegamos uma dúzia e levamos pra casa?
Smurfette:Oh não eu nunca corto essas rosas elas são amáveis, além disso eu gosto das minhas rosas.
(Smurfette fica espantada após ver uma estranha Rosa Branca)
Smurfette:Oh Vaidoso, olha pra essa Rosa Branca, ela é muito esquisita!
Vaidoso:Essa rosa devia ser azul, pra chegar perto da minha beleza.
Smurfette:Ai Vaidoso você é tão! Pense nisso, eu nunca vi uma rosa azul, e você?
(A cena é mudada para uma parte da Vila onde estão Habilidoso,Sassete,Natural,Esperto,Bebê Smurf e Cãozinho)
"Habilidoso fala com Cãozinho"
Habilidoso:Pega! Bom cão, bom cão!
(Cãozinho corre em direção a Habilidoso e o derruba)
"Sassete ri do que ocorreu"
Habilidoso:Fica, fica...Certo pega!
(Cãozinho vai em direção ao graveto e acaba caindo no riacho)
Sassete:Olha só! Smurfaaar!
(Sassete recorda de algo que deveria fazer)
Sassete:Ai meu Deus eu esqueci, ela nunca vai me perdoar.
Habilidoso:Qual é o problema Sassete?
Sassete:Eu prometi a Smurfette que regaria as flores dela essa manhã.
Habilidoso:É melhor fazer agora, tá muito quente.
Sassete:Eu estarei frita se as rosas da Smurfette morrerem!
(A cena é mudada novamente para outra parte da Vila, onde desta vez estão Smurfette e Vaidoso)
Smurfette:Mas Vaidoso, por que não pode haver uma Rosa Azul?
Vaidoso:Porque Smurfette, não existe esse tipo de coisa.
Smurfette:Mas por que não?
Vaidoso:Eu não sei, pergunte ao Fazendeiro, talvez ele saiba porque não existem Rosas azuis.
Fazendeiro:Rosas Azuis em? Smurfette, acho que você está querendo o impossível!
Smurfette:Oh Fazendeiro, tem certeza?
Fazendeiro:Impossível. Desisti de plantar uma Rosa Azul, uns noventa anos atrás.
Smurfette:Oh, está bem. Obrigada Fazendeiro.
Fazendeiro:Disponha, gostaria de ter ajudado mais, mas uma rosa rosa, é uma rosa, sempre!
(A cena é mudada para a Casa de Poeta)
Poeta:A Rosa é vermelha, azul é violeta, queria poder te dar uma rosa azul perfeita!
Smurfette:Oh Poeta é lindo, mas temor e poesia não me darão Rosas Azuis.
Poeta:A rosa é vermelha, o Pintor pinta, talvez possa fazer uma Rosa Azul com tinta.
Smurfette:Oh, obrigada Poeta, talvez, tchau...
Poeta:A rosa é vermelha, azul não existe, poxa que pena, a Smurfette ficou triste.
(A cena é mudada para dentro da casa de Pintor)
Pintor:Oh Sacléclé, no,no,no! Devo pintar o Céu de amarelo? A grama de rosa? O Sol de verde? No,no,no. Não pintarei rosas, agora não, para ninguém, nunca!
(A Cena é mudada para o Laboratório de Papai Smurf)
Smurfette:Eu espero que o Papai Smurf possa me ajudar.
"Smurfette bate na porta do Laboratório"
Papai Smurf:Entre.
(Enquanto isso, Sassete está cor prendo em direção a Vila)
Sassete:Ai está tão quente!u Eu espero que as flores da Smurfette estejam bem.
Papai Smurf:Acho que não vou poder ajudá-la Smurfette.
Smurfette:Quer dizer que eu nunca verei uma Rosa Azul?
Papai Smurf:Se a Mãe Natureza quisesse que houvessem Rosas Azuis ela teria feito uma há muito tempo.
Smurfette:Acho que está certo Papai Smurf, obrigada.
Papai Smurf:Não é legal colocar seu coração numa coisa que não pode ter Smurfette.
Smurfette:Eu sei Papai Smurf.
Papai Smurf:Por que não aproveita as flores do seu jardim? Elas são lindas.
Smurfette:Eu vô tentar Papai Smurf, mas não são tão lindas quanto uma Rosa Azul pode ser.
Sassete:Ai eu espero que não seja tarde demais!
(A cena é mudada para o Jardim de Smurfette, e lá ela estava lamentando por suas flores mortas)
Smurfette:Oh! Minhas florzinhas estão mortas!
Sassete:Ai não Smurfette. Eu sinto muito, por favor deixa que eu.
(A fala de Sassete é interrompida por Smurfette)
Smurfette:Não! Você já ajudou o bastante por um dia! Obrigada!
Sassete:Eu já disse que sinto muito, eu tô tentando.
(Sua fala novamente é interrompida por Smurfette)
Smurfette:Mas o que adianta?! Você prometeu aguar as minhas flores, você nunca deve quebrar uma promessa. Nunca,nunca,nunca!
Sassete:Por favor Smurfette, eu não quis quebrar minha promessa, eu não posso ajudar, não posso fazer nada?
Smurfette:Não! E por que voce não volta de onde veio Sassete?!
Sassete:Ai tá bom...
(A cena é mudada para Smurfette regando suas flores)
Smurfette:Oh nossa. Pelo menos não morreram todas.
Anjo Smurf:Não acha que foi dura com ela?
Diabo Smurf:Não! Como essa maluca vai aprender alguma coisa?!
Anjo Smurf:Mas a Sassete não quis quebrar a promessa!
Diabo Smurf:Uma promessa é uma promessa!
Anjo Smurf:Como acha que ela se sente?
Diabo Smurf:Quem se importa? Ela vai superar.
Smurfette:Mas estava dependendo dela.
Diabo Smurf:As chances de encontrar um Smurf confiável são as mesmas de encontrar uma Rosa Azul.